A importância da limpeza do seu condicionador de ar

Muitas vezes, por desinformação, não nos damos conta da importância da limpeza e higienização do ar condicionado, tanto do escritório como da nossa residência.

Vamos analisar as fotos abaixo (com 6 meses de uso e limpo):

Evaporador com 6 meses de uso

6 meses de uso

Evaporador limpo

Evaporador Limpo

Em um ar condicionado bem dimencionado para o tamanho da peça onde ele está instalado, a cada hora ele "suga" todo o ar deste ambiente, ou seja, durante o dia o mesmo ar que você e todas as pessoas que por ali passaram respiraram, passa diversas vezes pelo filtro, armazenando nele todas as impurezas do ar e bactérias que pairam sobre ele. E isso dia após dia. Como se não bastasse, dentro do aparelho temos um ambiente úmido, semelhante ao de uma geladeira. Isso faz com que as bactérias, fungos, ácaros e outros micro-organismos encontrem alí um local ideal para se reproduzir. Agora imagina você respirando este ar todos os dias, sem qualquer cuidado com a limpeza deste aparelho!

Sem dúvida, devemos nos preocupar e muito com a limpeza desses filtros e demais componentes do sistema. 

Existe até mesmo legislação acerca disso, que determina a periodicidade desta limpeza, sobretudo para clínicas médicas e odontológicas. Imagina a quantidade de bactérias que se encontram nesses ambientes! Mas como é feita a limpeza destes sistemas de ar?

Bem, a limpeza mais simples pode ser feita pelo próprio usuário, removendo a tampa frontal e retirando o filtro para posterior lavagem com água corrente. Isso deve ser feito semanalmente. Porém, a cada quatro meses convém a abertura da evaporadora (unidade interna) por pessoal especializado, para desmontagem e limpeza geral de todos os módulos, incluindo serpentina.

Filtro antes/depois limpo

Filtro antes/depois limpo

Esta limpeza retira impurezas que além de causar danos à saúde, também impede o bom funcionamento do equipamento, uma vez que a poeira tranca a passagem do ar pela sua tubulação, tornando o aparelho menos eficiente, ou seja, fazendo com que ele gele menos e consuma mais energia elétrica.

Porém, não são estes os únicos cuidados que devemos ter. Estes procedimentos fazem a limpeza mecânica do interior do ar, mas não resolve 100% a questão das bactérias e micro-organismos que se instalaram neste local. Para isso, uma limpeza química através do uso de produtos específicos para este fim se faz necessária e nos dá segurança de que a qualidade do ar que respiramos está plenamente preservada.

Manutenção

Manutenção